OÁSIS

Rabiscos, frases soltas, pensamentos, ideias, aqui encontrarão tudo. Que este local seja um óasis para todos os que passarem por aqui

Nome:
Localização: Lisboa, Lisboa, Portugal

Sou acima de tudo uma pessoa tolerante

2006-05-10

DIVÓRCIO



Custa-me sempre saber que alguém nosso amigo se divorciou...neste caso trata-se mesmo de um grande amigo do meu marido, foram vizinhos até casarem e conhecem-se desde a infância, é uma pessoa cinco estrelas...
Em Junho de 2003 (15 dias antes da Joana nascer) testemunhámos esta união, divertimo-nos muito, e foi tudo muito bonito...estavas muito contente de teres os teus amigos, no dia que definiste como "o Dia mais feliz da tua Vida"...
Agora tudo acabou, aquele sonho tornou-se pesadelo e resolveram pôr termo à vossa união, passou tão pouco tempo...ainda não estive contigo, mas sei que não estás muito bem, é compreensível, afinal a tua vida mudou radicalmente, voltaste a viver com os teus pais, não estás com o teu filho...
Porquê? Não sei, a única coisa que sei é que cada vez mais assistimos a estes desfechos...
O que se passa?
Falta de diálogo?
Incapacidade de resolver problemas?
Falta de respeito?
Falta de Amor?
Interferências de familiares?
Não sei...mas deixa-me preocupada!
Culpas?
Dele?, Dela?
Não sei, provavelmente dos dois, que não conseguiram ultrapassar os problemas que foram surgindo...

23 Comments:

oasis Blogger guga said...

Sei que às vezes se calhar é a melhor solução, mas devemos sempre tentar até ao fim. São sempre situações complicadas.

bjs Sandra

10:58 da manhã  
oasis Blogger flores said...

:( É sp difícil assistir a estes desfechos.

11:00 da manhã  
oasis Blogger Piquinota said...

Eu assisti a 2 de pessoas muito próximas... e custa tanto... e não devemos meter-nos... É uma complicação!

Jinhos

11:06 da manhã  
oasis Anonymous B. said...

Olá Kikas, bom dia!

Este é sempre um assunto tão delicado como complicado! Fazem-se planos para uma vida inteira e de repente tudo termina, sem na maior parte das vezes se perceber bem o motivo!Talvez não exista um motivo exacto, mas sim um acumular de situações.
Cada caso é um caso, nunca se pode nem deve generalizar. Apesar de triste, ás vezes é melhor que haja ruptura, já conheci casos que foi a melhor solução e em que aculpa era dos dois ou até mesmo de nenhum. Mas muitas vezes o problema está nos dois elementos do casal, que não são capazes de pensar e vêr para além do próprio umbigo,(digo isto porque assisti a situações concretas). Quando se decide por uma vida a dois, têm que se ter em conta que ambas as partes têm de ceder, pensar em conjunto e trabalhar para o mesmo objectivo. Ninguém é perfeito, é necessário aprender a viver com os defeitos do outro e a limar os nossos. É necessário haver uma entrega das duas partes, saber pedir desculpa, reconhecer que se erra, não apontar o dedo, fazer sacrificios, partilhar, saber dar...ect.
Enfim, uma data de coisas que parecem pequeninas mas que são a base de uma relação!

Comigo têm resultado,a vida prega partidas desgradaveis, mas tudo se resolve onde existe amor! :)

Lamento a situação do teu amigo e quando se tem filhos a coisa piora, porque as crianças acabam por sofrer por algo que nunca têm culpa! Espero que tudo se resolva e que ele volte a encontrar o seu caminho!

Beijinho grande para ti!

11:37 da manhã  
oasis Blogger _+*A Elite in Paris*+_ said...

Ola querida Kikas, as questoes que colocas sao basicas e fundamentais contra os desvaneios da rotina, tudo parece tao simples, as coisas sabem-se mas para aplicar é que ja é realmente outro dilema enorme! as vezes é por coisas abafadas que nao se quis dizer porque era para evitar conflitos. Tecnica para tapar o sol com uma peneira e é sempre triste! Beijos para ti!

12:07 da tarde  
oasis Blogger Adryka said...

Pois é sempre triste ver um casamento desfeito, mas se não se entendem e com uma criança assistir ás guerrilhas dos dois , não sei o que será melhor.Quem sou eu para os julgar:).
beijinhos para ti amiga

2:40 da tarde  
oasis Blogger Girassol said...

Nos dias que correm já todos nós assistimos à separação de amigos ou conhecidos. Parece que o «divórcio» é cada vez mais um assunto corrente e em alguns casos tido como uma banalidade!
O fim de uma relação é sempre um momento dificil.. acho que ninguém tem a noção exacta de quando o amor acaba, ou porque é que acaba, ou quem contribui mais para que acabasse.
Mas concordo que, quando duas pessoas já não são felizes juntas a opção mais saudável é separaram-se enquanto ainda podem preservar alguns dos sentimentos bons que as unem.
Não é o fim.. é a mudança..

4:22 da tarde  
oasis Blogger sendyourlove said...

É dificil, mas e se não existirem outros problemas, tipo dinheiro, com o tempo retoma-se o rumo.
Os filhos?...tenho a certeza que a minha filha é muito mais feliz assim...
Se amarmos os nossos filhos, se não os usarmos como arma de arremesso, eles adaptam-se com muito mais facilidade que nós ás situações.

4:25 da tarde  
oasis Blogger Carla O. said...

:((( É sempre uma notícia triste... e tb me preocupa, tal como descreveste.
Ainda ontem soube de mais 1 caso :(
Um beijo grande.

5:10 da tarde  
oasis Blogger Gambozina said...

São situações muito complicadas... para toda a gente. Sofrem os próprios, os familiares, os amigos.

5:27 da tarde  
oasis Blogger Inês said...

Quando a união é sofrimento temos a opção do divórcio, mas antes podemos tentar ver se não estamos a exigir em demasia... lamento que esse amigo não tenha tido a felicidade que desejou no dia em que se casou...

Beijinhos
Leonor (mamã da Inês)

6:57 da tarde  
oasis Blogger Alentejano said...

Mais um a contar para a estatística .. POrtugal o País da europa com mais divorcios,.

6:59 da tarde  
oasis Anonymous zalinha said...

Olá!!!Antes de mais obrigado pelo teu comentario no meu post.Quanto ao tema que nos apresentas de facto e lamentavelmente cada vez mais as pessoas se separam e nem sempre isso e a solução dos problemas,contudo ha momentos na vida das pessoas que as leva a pensar que a separação é a resolução de todos os conflitos,mas as vezes é antes o começo dos verdadeiros conflitos principalmente quando há crianças,mas...a vida continua e espero que o teu amigo consiga dar a vida o rumo que deseja.Bjs

8:41 da tarde  
oasis Blogger Mamã trintona said...

Passei só para dizer que mudei de endereço.
www.piolhitolindo.blogspot.com
Joquinhas
Sofia

11:30 da tarde  
oasis Blogger Estrela do mar said...

...é sempre triste assistirmos a desfechos destes...mas estou como tu, sinceramente não sei porquê que as relações são tão efémeras:(...


Jinhosssssssssss

12:54 da manhã  
oasis Blogger johnbrinick3693027612 said...

Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

"BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

Get everything within 2 weeks.
100% verifiable, this is a real deal

Act now you owe it to your future.

(413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.

3:26 da manhã  
oasis Anonymous mary said...

a culpa é da sociedade, não tenhas a menor duvida! tá dificil...

10:30 da manhã  
oasis Blogger shu said...

Infelizmente cada vez mais se assistem a estes desfechos.

A minha opinião (dos que conheço) é exactamente a falta de capacidade de admitirem que algo não está bem e tentarem resolver. E depois é tarde demais...

1:31 da tarde  
oasis Blogger Sandra J. said...

Acho, na minha modesta opinião que começa da falta de diálog, do guardar as situações para cada um, do acumular de pequenas coisas sem importância que se vão todas juntas transformando num grande problema.
Como filha de pais separados tenho pena do filho que vai acabar por sofrer por mais amigos que os pais fiquem e se for como os meus sempre em guerra ainda será pior.
Bjs grandes

3:30 da tarde  
oasis Blogger Raquel Santos said...

o casamento é mesmo assim, nem sempre se consegue manter... é realmente triste e cada vez mais se recorre ao divórcio... até parece uma moda!

bjs

11:11 da tarde  
oasis Blogger Filipa said...

Odeio estar e poder dizer isto...mas quem passa por lá acaba por perceber porque acaba por ser tão "normal" acontecer um divórcio...

5:37 da tarde  
oasis Blogger Rita said...

Já passei por um divórcio... não quero passar por mais nenhum... custa, custa muito,mesmo quando somos nós que deixámos de o amar, mesmo quando somos nós a pedir o divórcio...

8:02 da tarde  
oasis Blogger sm said...

Como isso me arrepia...

:-S
Sandra

11:45 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home