OÁSIS

Rabiscos, frases soltas, pensamentos, ideias, aqui encontrarão tudo. Que este local seja um óasis para todos os que passarem por aqui

Nome:
Localização: Lisboa, Lisboa, Portugal

Sou acima de tudo uma pessoa tolerante

2006-03-13

AMIGA



Hoje vou dedicar este post à minha melhor amiga, Paula (desculpa eu bem sei que gostas mais que te tratem por Alexandra e assinas os teus comentários com o nome que mais gostas, mas daqui não tens hipótese...serás sempre Paula :-)
Encontrei esta frase, e quando a li, lembrei-me logo de ti, é mesmo a tua cara (e um pouco de todos nós)
Os navios estão a salvo nos portos, mas não foi para ficar ancorados que eles foram criados.
A mensagem que te quero deixar, a ti em especial, e a todos em geral, é mesmo esta:
O facto de estarmos seguros e não querermos arriscar, pode sem dúvida poupar-nos a muitos dissabores, mas será que nos faz feliz?
Não fomos feitos para ficarmos no nosso “porto” ou na nossa “concha”, fechados com medo de sofrer, temos que arriscar, ir à luta, enfrentar tempestades, apanhar boas marés, conhecer novos rumos, ancorar noutros portos etc!
Já sei que me vais dizer que saindo do teu porto, o teu navio pode apanhar uma tempestade e afundar-se, eu sei disso, mas é dessa incerteza que tens que viver, pois também podes apanhar um sol radioso e um “mar” calmo que te faça usufruir de viagens inesquecíveis...
Quando um navio se afunda com a tempestade, temos que ter a capacidade de corrigir o “erro” que o fez afundar e para isso começamos tudo de novo, aos poucos conseguimos lá chegar...
A nossa amizade deixa-me completamente à vontade para te dizer que a tua felicidade não está no porto ancorada, está na tua capacidade de enfrentar ventos e marés nesse Oceano que te espera...
Pois é amiga, era mesmo isto que te queria dizer:
Nunca deixes que o teu medo vença a tua força, vai em frente atrás da tua felicidade...sabes que eu estou sempre cá...serei o teu “porto de abrigo” quando for necessário, mas deixa-me muito mais feliz vêr-te partir rumo ao desconhecido, ao incerto, ao mistério, ao Amor, emfim a tudo aquilo que a tua Racionalidade não pode controlar...

18 Comments:

oasis Blogger Vanessa said...

É um conselho que eu não sei se daria, mas que faz todo o sentido!

Jinhitos
VF

10:34 da manhã  
oasis Blogger Miragem said...

Lindo!

11:05 da manhã  
oasis Blogger Tânia said...

Tenho a certeza que é muito difícil seguir este conselho, mas ao menos a Paula sabe que pode sempre regressar a casa!

Beijinhos

1:17 da tarde  
oasis Blogger Alentejano said...

MUito bem , mas que grande amiga... Beijo pra ti e prá PAULA;

3:23 da tarde  
oasis Blogger NightWolf said...

Se o objectivo é ser feliz não ha nenhum porto que nos faça ficar ancorado, jinhos*

4:57 da tarde  
oasis Anonymous Alexandra said...

Olá! Só consegui vir aqui agora...isto esteve difícil, e depois ainda perdi mais alguns minutos a limpar lágrimas...
Em primeiro lugar quero explicar que gosto muito do nome Alexandra, mas já estou habituada a ser Paula e Paulinha para os meus amigos. Já estou conformada e já não me soa mal (também já lá vão 30 anos!!).
Em segundo lugar: é um conselho muito difícil de seguir....
No porto os navios estão seguros e não naufragam! Eu até gosto de sair do porto... depois de confirmar várias vezes e em vários sítios as condições climatéricas! :)
Tu sabes que eu até tenho coragem para começar de novo...demoro o meu tempo...mas recomeço.
Sou muito racional....tudo tem razões e porquês...nada acontece por acaso. Eu tenho que saber a razão de tudo...largar a corda que me amarra ao porto e deixar-me ir é uma coisa que me faz muita confusão. Acredita que ando a trabalhar nisso ( e tu sabes, como às vezes me custa e as vezes que te vou pedir ajuda), e acho que estou um bocadinho melhor.
Sei que tenho que me esforçar mais...o medo é muito mais forte do que eu...sofro muito por antecipação. Sei que mesmo quando vejo o céu azul, o medo ataca...vem o pânico, a racionalidade começa a trabalhar: vai ficar cinzento não tarda - é o que penso...E por isso, para não ser apanhada na tempestade eu já não vou....
Devo confessar que estas minhas atitudes também já me levaram a alguns arrependimentos...
Como já perceberam eu não sou uma amiga fácil e só a kikas me conseguia aturar...
Amiga: não te quero desapontar, por isso vou tentar (devagarinho)partir rumo ao desconhecido (que medo!!...eu não devia estar a dizer isto), rumo ao incerto; vou tentar não controlar tudo com a minha racionalidade e ouvir o meu coração. Como sabes és o meu porto de abrigo...e vais ser sempre!
Sabes uma coisa? Vou ser feliz e tu vais lá estar.
Um beijo

PS: para quem não sabe: eu não tenho irmãos...mas a vida deu-me a possibilidade de escolher uma irmã, e eu nem pensei duas vezes...digam lá que não escolhi bem? :)

5:35 da tarde  
oasis Blogger Margarida Atheling said...

Muito bonito!
Espero que seja levado a sério e que tudo corra bem! :)

Beijinhos!

5:43 da tarde  
oasis Blogger Mamã trintona said...

É um conselho que até eu devia seguir. Mas é tão bom uma pessoa sentir-se segura e tão difícil soltar amarras. Pode ser que um dia consigas perceber (isto se ainda não percebeste) porque esse conselho me assenta como uma luva.
Joquinhas
Sofia

9:37 da tarde  
oasis Blogger eu said...

Ás vezes temos mesmo que arriscar.É verdade. Bjs

10:04 da tarde  
oasis Blogger Xuinha Foguetão said...

Muito bonito e acredito que seja verdade.
Vale mais arriscar do que deixar de viver com medo de sofrer.

Beijinho para as duas.

10:23 da manhã  
oasis Blogger Ana Santos said...

Está muito bem explicado o teu conselho.
Cá ando num mar de tempestuoso à espera que venha a bonança, mas se não arriscarmos nunca temos nada.
Beijinhos
ana e tesourinho + anjinho
PS Nem sempre nos portos os navios estão seguros, por vezes ao largo estão mais seguros como num caso de tempestade, navios ancorados no porto ficaram estragados e os que estavam ancorados ao largo nao sofreram danos (facto real passado na minha terra numa ocasiao que houve uma grande tempestade, mas acho que também se pode aplicar à nossa vida) Por vezes pensamos que estamos muito bem, mas vem coisas para destabelizar, por isso toca a arriscar.

12:18 da tarde  
oasis Blogger Mamuska said...

Tens toda a razão! :)
Já pensaste em escrever um livro?
Beijosss

6:49 da tarde  
oasis Blogger Anna^ said...

Kikas,que essa tua amizade pela Paula perdure e esse teu bom senso a ajude a encontrar outro porto seguro depois da travessia árdua q a espera.
É tão bom ser-se o porto de abrigo de alguém...é tão bom ter um porto de abrigo assim como tu:disponivel e presente.

bjokas para as duas ":o)

Paula,boa sorte nessa viagem! Força :)

7:16 da tarde  
oasis Blogger Adryka said...

Grande amiga, que é bom ter amigos és linda minha amiga, posso dizer tambem que és minha amiga:). Beijokas

9:47 da tarde  
oasis Blogger N'linha said...

Olá, gostei que tivesses visitado o meu cantinho...volta sempre e fica sabendo que tb gostei mto do teu.
Qto a essa homenagem q fizeste a essa tua amiga, é mto bonita e mto digna de ser publicitada.
Beijinhos.

2:27 da tarde  
oasis Blogger Gina said...

Bonito e muito verdadeiro!!!

Beijos

3:22 da tarde  
oasis Blogger Mamã Babada said...

Muito bonito!

Bjs

9:33 da tarde  
oasis Blogger Estrela do mar said...

...quando se é @miga...é isto mesmo kikas...adorei o post...


Jinhosssss

11:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home